Trabalho home office como funciona?

Agora em março de 2020, durante a pandemia no Brasil, ninguém mais voltou ao trabalho. Em grandes avenidas, os escritórios permaneceram fechados. Existe um longo silêncio, arranha-céus comerciais esperam o dia de recomeçar, só que na forma de lares.

No final do texto, veja 5 dicas práticas para você..

Um estudo do Ministério do Trabalho dos EUA calculou que 28,8% das pessoas realizam atividades que podem ser feitas em casa.

Há um tempo atrás, nos anos 90, com a chegada da internet, os gurus da tecnologia profetizaram que o home office se tornaria o padrão de trabalho universal. Estavam errados, como geralmente estão mesmo. Pelos últimos dados, de 2019, dos 92,5 milhões de brasileiros que trabalham, 4,5 milhões (4,8%) o fazem de casa. Nos EUA, é praticamente igual: 5,2%.

Mas agora mudou tudo. Neste momento em Março de 2020, praticamente todos estão fazendo home office com as quarentenas do coronavírus.

Então vale o exercício de fantasia: e se todo mundo se apegar ao trabalho caseiro, e ninguém, desses quase 30% que podem fazer isso, jamais retorne aos escritórios? Daria certo?

Mas também pode ser o contrário. Paradoxalmente, os empregados em casa tendem a se comunicar menos até digitalmente: um estudo do cientista social Ben Waber, mostrou que, num grupo de engenheiros, aqueles trabalhando no escritório mandavam quatro vezes mais emails de trabalho que o pessoal do home office. Nesse caso, concluíram que a produtividade de quem estava na labuta tradicional era um terço maior.

A comunicação humana tem nuances que são perdidas sem o contato próximo. Por conta disso, o home office leva a mais mal-entendidos e, daí, a erros.

As pessoas precisaria ter certeza, afinal, de que os colegas de trabalho são seres humanos reais. Seja como for, boa parte de quem faz home office provavelmente encontra formas de diminuir a solidão.

A falta de horário fixo, porém, tende a pesar. Só os mais disciplinados conseguem emular direitinho o horário de expediente, como se estivessem batendo ponto. Quando você labuta de casa, toda hora vira potencialmente hora de trabalho.

Agora o trabalho em si é um misto de coias boas e ruins, a cidade ganharia outra cara. O trânsito, obviamente, seria imensamente beneficiado, mas outras partes podiam sofrer.

Prédios obsoletos não costumam ser boas notícias para a vizinhança. Eles se tornam ponto de invasões e insalubridade, fazendo cair o valor da região inteira, o que alimenta o ciclo de decadência urbana que leva a mais prédios vazios.

O transporte coletivo também passaria por uma transformação. Com menos gente usando ônibus, faria sentido substituir parte deles por sistemas de transporte sob demanda. É como a versão “Juntos” do Uber, em que até três passageiros aleatórios compartilham corridas com trajetos semelhantes.

Agora para você adotar as regras de home office, segue as dicas…

#1 Configure um espaço de trabalho

  • Encontre uma área de trabalho fixa em sua casa, de onde você possa se dedicar.
  • Opte por um ambiente iluminado, ventilado e seguro.
  • Não utilize benjamins ou extensões para mais de um equipamento.
  • A tela do seu computador deve estar posicionada de forma a evitar reflexos para não prejudicar sua visão.
  • A cadeira deve assegurar conforto e segurança. Cadeiras ergonômicas com apoio de lombar, regulagem de altura e inclinação são recomendadas.

#2 Faça com que as reuniões sejam produtivas

  • Verifique se sua internet (conexão segura) está devidamente conectada.
  • Conecte-se com 5 minutos de antecedência para testar seus equipamentos de áudio, vídeo e som.
  • Utilize a “etiqueta” de vídeo chamadas: se apresente ao início da reunião, silencie seu microfone se não estiver falando, não utilize outro dispositivo de mídia social durante a reunião e mantenha sua câmera ligada para se manter envolvido.
  • Utilize os primeiros 5 minutos de reunião para o “rapport” ou “quebra gelo”, fale sobre assuntos que não são de trabalho.

#3 Esteja próximo

  • Mantenha uma linha de comunicação aberta com sua equipe. Nossa recomendação para os líderes é a de ter um encontro virtual semanal com os liderados diretos.
  • Sempre que possível, utilize a câmera durante as reuniões virtuais, isso trará a sensação de proximidade e foco.
  • Seja claro em relação a sua jornada de trabalho diária, pois elas podem mudar enquanto trabalham em casa (gerenciar o cuidado com as crianças, por exemplo.)
  • Respeite os horários de intervalo – como o almoço – tanto os seus como os de seus colegas e liderados.
  • Respeite o horário de término da jornada, trabalhar de forma remota não significa ter que trabalhar acima de sua jornada diária.

#4 Crie uma rotina

  • Simule que você está indo para o escritório e mentalmente entre no modo de trabalho.
  • Planeje sua carga de trabalho e programe intervalos.
  • Reserve alguns momentos para autodesenvolvimento com e-learning e leituras.
  • Vista-se como se você fosse para o escritório, agende e participe de reuniões diárias, planejamento de atividades etc.
  • Explore dicas sobre como estabelecer uma estrutura para o seu dia, garantindo que você tenha equilíbrio entre trabalho e tempo pessoal, tudo em casa.
  • Procure fazer intervalos de 5 minutos ao longo do seu dia: alongue-se, brinque com seu pet, alimente-se bem ou chame algum colega virtualmente para perguntar como ele está.

  • Além das reuniões formais de trabalho, crie uma rotina para chamar os integrantes de sua equipe para um “bate-papo”.
  • Use chats, conversas e chamadas para ficar perto de seus colegas.
  • Não se limite aos temas do dia-a-dia, esse é um momento de desconforto para todos nós, demonstre preocupação e não se limite aos assuntos de trabalho.
  • Crie grupos na ferramenta de colaboração para que sua equipe tenha um canal de comunicação rápida e eficiente, assim todos se mantêm atualizados e, de alguma maneira, juntos ao longo do dia.
  • Esteja disponível para conversas de apoio e conforto. Algumas pessoas, mais do que outras, estarão passando por um momento de preocupação.

Tags: | |

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *